O Bicho!

quarta-feira, abril 11, 2018

(Lawrence Maximo)
         Um estimado amigo e aluno perguntou-me sobre o que acho do cenário de nossa política hodierna, lembrei-me do meu poeta preferido, saudoso Manuel Bandeira. A propósito, também pulverizo uma semelhança do rei Nabucodonosor, e seu fim trágico!  

"Vi ontem um bicho
Na imundície do pátio
Catando comida entre os detritos.
Quando achava alguma coisa,
Não examinava nem cheirava:
Engolia com voracidade.
O bicho não era um cão,
Não era um gato,
Não era um rato."
O bicho, meu Deus, era um homem.
(Manuel Bandeira)


No Amor Daquele que nos comissionou!



Fonte:
Foto: Relato de Daniel 4 (arte sem autoria)

You Might Also Like

0 comentários

Teologia Reformada

Teologia Reformada

Escola de Missões