2018 Desejo Para Você...

domingo, dezembro 31, 2017

(Lawrence Maximo)

Próximos de mais um Ano Novo, momento propício para refletirmos a vida e momentos que vivenciamos durante o ano que se finda...

Sinto muito em NÃO seguir o ritmo midiático em que centenas de pastores e líderes do movimento evangelicalismo de nosso país, que lançam vídeos e textos dizendo que 2018 será triunfante e próspero, ensinando como se derrubar gigantes e receitas exorbitantes para ultrapassar o mar vermelho de sua vida...

Apenas quero vos trazer a reflexão sobre ter a dignidade de sermos representantes de Cristo. Tenho convicção que essa escrita simplória não será popular como daqueles citados acima, pois aqueles que não ser conformam com esse século (sistemas do mundo), como o apóstolo dos gentios nos ensinou (Romanos 12:2), são minoritários, assim a própria história do cristianismo comprova-nos essa veracidade.

Indubitavelmente, o mundo está em guerra, ou seja, assim nós (igreja de Cristo) estamos em campo de batalha, mais infelizmente a realidade é uma negligência majoritária. No meu livro¹ sobre o Quingentésimo Aniversário da Reforma Protestante, faço um resumo do cenário na igreja brasileira:

“Comumente no Brasil, vivemos um Cristianismo sem Cristo, um Evangelho sem Cruz - uma época de obscuridade, semelhante à escuridão que sobreveio durante a idade média, através da Igreja Romana e Papado!
O grande alvo do evangelicalismo brasileiro majoritariamente não é (Pensai nas coisas que são de cima), mas uma busca insana por prestígios, reconhecimento e aceitação (nas que são da terra - Colossenses 3:2) – etimologicamente materialismo com aparência de religião, culto ao deus dinheiro, indulgências através de pedágios atrativos em nome de Deus... E o povo?
Continuam sustentando as riquezas e impérios desses papas evangélicos com almas romanas - travestindo cassinos da fé em igrejas - mentalidade mercadológica conectada ao “teo-bussines”.
  Vivemos tempos de fome espiritual, diante de um excesso material bíblico contraposto a uma notável analfabetização da Palavra de Deus – inclusive entre os líderes. Heresias travestidas de métodos ultramodernos com rótulos “bíblicos” têm se instalado no seio da Igreja; Fica cada vez mais claro que a igreja está em crise, no devasto secularismo e imergida no mundanismo. Para não falar da impossibilidade de ao menos se definir hoje o que é ser cristão – que consideravam a Bíblia como Palavra de Deus, autoritativa, inerrante e infalível, que eram conservadores no culto e nos padrões morais, e que tinham raras visões missionárias (fracasso missionário – diante de uma igreja rica, midiática e forte politicamente).

Gostaria de externar o que desejo em 2018 para meus irmãos, amigos e sobre tudo, para igreja brasileira:

1)   Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o coração, de toda a alma e de todo o entendimento” (Mateus 22:37). Estas palavras seguem as do Antigo Testamento: “Escuta; Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único” (Deuteronômio 6:4-5);

2)   Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes” (Marcos 12:31);

3)   Apóstolo Paulo nos ensina: “Sede meus imitadores, como também eu de Cristo” (1 Coríntios 11:1);

4)   Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam” (João 5:39);

5)   Orai sem cessar” (1 Tessalonicenses 5:17);

6)   Fazei tudo para glória de Deus" (1 Coríntios 10:31);

7)   Abstende-vos de toda a aparência do mal” (1 Tessalonicenses 5:22);

8)   Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco” (1 Tessalonicenses 5:18).

Assim termino:
Qualquer ensinamento que não se enquadre nas Escrituras deve ser rejeitado, mesmo que faça chover milagres todos os dias” (Martinho Lutero)


Feliz 2018,
No Amor DAquele que nos comissionou!



[1] MAXIMO, Lawrence. Martinho Lutero: O Cisne de Deus que Ascendeu aos Céus, São Paulo. SalvusCity, 2017. 

You Might Also Like

0 comentários

Teologia Reformada

Teologia Reformada

Escola de Missões