Banquete no Monte de Deus

terça-feira, março 14, 2017

(Lawrence Maximo)
Pelo que povos fortes te glorificarão, e a cidade das nações opressoras te temerá” (Isaías 25.3)

Simplesmente estupenda a visão do profeta messiânico, diante desse grande Dia! Com todos esses anos trabalhando na obra missionária, conhecendo as situações dos países, povos, etnias não alcançadas pelo Evangelho, esse cenário deixa-me em êxtase!

Então, qual motivo tira-me o fôlego diante da sapiência do mesmo? Diversos motivos, inclusive em imaginar a Coréia do Norte (País mais fechado do mundo para receber o Evangelho) ou Irã (carregar a Bíblia pelas ruas do país muçulmano é proibido, considerado crime) naquele Grande Dia ajoelhando-se diante do CristooO o Rei dos Reis e Senhor dos Senhores... Ohh Senhor que visão teremos... arrepio e lágrimas nos olhos só de imaginar ...

Isaías vê o dia chegando, quando todas as nações — representantes de todos os grupos de pessoas — já não estarão em disputa com Jeová, o Deus de Israel, e seu Messias, que sabemos ser Jesus.[1]

Elas não adorarão mais Bel, Nebo, Moloque, Alá, Buda, programas sociais utópicos, possibilidades de crescimento capitalista, ancestrais ou espíritos animísticos. Em vez disso, virão com fé ao banquete no monte de Deus.

E elas terão o véu do sofrimento removido, a morte será tragada, o opróbrio do povo de Deus será removido e as lágrimas desaparecerão para sempre.

Assim, a imagem que Isaías nos dá é de todas as nações voltadas para Deus em adoração, um grande banquete para todos os povos, a remoção de todo sofrimento, tristeza e opróbrio das nações que se tornaram o seu povo, e o extermínio final da morte para sempre.

Nenhuma vida gasta na causa da evangelização mundial é desperdiçada. Nenhuma oração, nenhum real, nenhum sermão, nenhuma carta de encorajamento enviada, nenhuma pequena luz brilhando em algum lugar escuro — nada empregado na causa do avanço do reino é em vão.

Fonte
Foto 
[1] - John Piper. © Desiring God – Solid Joys. Original: 14 de Março – O triunfo é garantido. © 2017 Ministério Fiel.


You Might Also Like

0 comentários

Follow by Email